REDE DE ATORES PASTORAIS E SUA INFLUÊNCIA NAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE JUVENTUDE: CONSTITUIÇÃO DE UMA COMUNIDADE EPISTÊMICA

  • Rodrigo de Andrade Universidade Federal do Paraná / Grupo Marista
Palavras-chave: Comunidade epistêmica, pastoral, políticas públicas de juventude

Resumo

Este ensaio trata da incidência de algumas organizações pastorais no ciclo das políticas públicas de juventude no Brasil e tem por objetivo suscitar reflexões em torno da formação de comunidades epistêmicas voltadas ao estabelecimento de agendas em torno destas políticas. Para isso, parte-se da hipótese de que as organizações pastorais, pautadas pelas mesmas crenças normativas e causais, constituem ou estariam em processo de constituição de uma das mais influentes comunidades epistêmicas sobre este assunto. Para isso, procurou-se organizar o texto de uma forma didática, dedicando a primeira parte à apresentação do conceito de comunidades epistêmicas, sustentado por Peter Haas; a segunda ao mapeando dos atores pastorais e suas respectivas contribuições no cenário de implementação de políticas públicas de juventude; e a terceira à análise dos princípios e crenças pastorais capazes de orientar estas organizações pastorais à constituição de uma comunidade epistêmica.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ADLER, Emanuel; BERNSTEIN, Steven. Knowledge in power: the epistemic construction of global governance. In: BARNETT, Michael; DUVALL, Raymond. Power in global governance. Cambridge University Press, 2005, p. 296.

ADLER, Emanuel; HAAS, Peter. Conclusion: epistemic communities, world order, and the creation of a reflective research program. International Organization, v. 46, n. 1, 1992, p. 367-390.

BIGO, P; ÁVILA, F. B. Fé cristã e compromisso social. São Paulo: Paulinas, 1986.

BRIGHENTI, A. A pastoral dá o que pensar: a inteligência da prática transformadora da fé. São Paulo: Paulinas; Valência, ESP: Siquem, 2006.

HAAS, Peter. Introduction: epistemic communities and international policy coordination. International Organization, v. 46, n. 1, 1992, p. 1-35.

KINGDON, John. Como chega a hora de uma idéia? e Juntando as coisas. In: SARAVIA, Enrique; FERRAREZI, Elisabete. Políticas Públicas – Coletânea. Vol. 1. Brasília: ENAP (Escola Nacional de Administração Pública), 2006. p. 219-245.

ONU. Resoluções da Assembleia Geral, 1979, p. 203-204, n. 34/151.

PAPA BENTO XVI. Deus Caritas Est. Carta Encíclica - Sobre o amor cristão. São Paulo: Paulinas, 2009.

PAPA JOÃO XXIII. Pacem in Terris. Carta encíclica - A paz de todos os povos na base da verdade, justiça, caridade e liberdade. São Paulo: Paulinas, 2004.

PAPA PAULO VI. Evangelii Nuntiandi. Exortação apostólica - Sobre a evangelização no mundo contemporâneo. São Paulo: Paulinas, 2008.

REDE MARISTA DE SOLIDARIEDADE. Advocacy: ciclo de implementação para a Rede Marista de Solidariedade. Curitiba: Grupo Marista, 2013.

SECRETARIA NACIONAL DE JUVENTUDE. Plano Juventude Viva. Disponível em: <http://www.juventude.gov.br/juventudeviva/>. 2013.

SOFIATI, F. M. Juventude Católica: o novo discurso da Teologia da Libertação. São Carlos-SP: EdUFSCar, 2012.

TEIXEIRA; DICK; SILVA (orgs.). Juventude: acompanhamento e construção de autonomia. Goiânia: PUC Goiás, 2011.

Publicado
2014-12-16
Como Citar
1.
de Andrade R. REDE DE ATORES PASTORAIS E SUA INFLUÊNCIA NAS POLÍTICAS PÚBLICAS DE JUVENTUDE: CONSTITUIÇÃO DE UMA COMUNIDADE EPISTÊMICA. Juventude e Políticas Públicas [Internet]. 16º de dezembro de 2014 [citado 1º de dezembro de 2020];1(1). Disponível em: https://revistasnj.mdh.gov.br/index.php/snj/article/view/RODRIGO%20DE%20ANDRADE